Sábado, 10 de Abril de 2010

Lousada é uma terra com profundas raízes católicas, como tal compreende-se que entre o seu vasto património abunde um elevado número de Cruzeiros. Com excepção de Caíde de Rei e Silvares, todas freguesias têm mais do que um Cruzeiro e todos com características bem diferentes uns dos outros.

Em cima dos penedos, nas encruzilhadas, nas bermas dos caminhos, em locais inóspitos, assinalando mortes violentas ou acontecimentos nefastos, junto das Igrejas e Capelas, os Cruzeiros são sempre erguidos de forma a sacralizar o espaço.

Os Cruzeiros fazem parte da memória colectiva da comunidade. São sinais de um tempo que chegou até nós como património cultural e artístico.

O Cruzeiro tornou-se numa referência de fé para a comunidade.

Os crentes colocam velas e rezam junto ao Cruzeiro. Suplicam a Deus para afastar os maus espíritos, o diabo, as bruxarias e o mau-olhado. Pedem saúde e boas colheitas.

Os Cruzeiros convidam à oração e são o símbolo do bem contra o mal.

Muitos dos actuais Cruzeiros do concelho de Lousada foram erigidos em locais ermos. O progresso desordenado é que os aproximou das habitações.

A maioria dos Cruzeiros de Lousada, apesar de abandonados, ainda está em bom estado de conservação.

Concluímos ainda que o concelho não possui qualquer Calvário e tem apenas três Via-Crusis, uma em Casais, outra em Lodares e outra em Covas, estando esta última praticamente destruída.

É urgente reabilitar os Cruzeiros que se encontram danificados e colocar em prática um projecto sério de preservação. Aliás, esta ideia deve ser extensiva a todo património construído do concelho.

 

(...) 

 

VIEIRA, Leonel - Os Cruzeiros de Lousada, U. Portucalense, 2004



publicado por José Carlos Silva às 16:33 | link do post | comentar

 

Ficha de Inventário

Capelas Públicas de Lousada

- Edifício - Capelas - Arquitectura -

Capela de S. Cristovão 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Identidade(Anterior/Actual)

Capela de S. Cristovão

 

Data construção

Séc. XVIII

Localização 

St.ª Águeda - Sousela

 

Inserção  Ed. no Património

Lugar de St.ª Águeda - Sousela

 

Classificação Oficial 

Capela pública

 

Proprietários

Igreja de Sousela

 

Regime Jurídico

Público

           

Estado de Conservação

Excelente     

Bom    X 

Razoável

Mau

 

Protecção e Valorização

Existente

Recomendável   X

 

Análise Arquitectónica:

 

Na base da sua frontaria pode ver-se três gárgulas em forma de máscaras humana. A capela de S. Cristovão é em cantaria de junta tomada (irá ser).

As gárgulas são sobrepujadas por uma almofada.

A frontaria mostra-nos um arco de volta perfeita peraltado, vendo-se as impostas, tapado com simples tijolos de “mecam”, tendo nessa parede uma pequena abertura - em arco de volta perfeita - e duas pequeninas frestas rectangulares e verticais.

O remate do entablamento é feito por imagens, esculturas em granito, de que não é fácil distinguir o seu nome, dado o grau de deterioração que apresentam.

Sobrepujando o frontão, S. Cristovão, igualmente uma escultura em granito (a precisar de restauro).

No alçado esquerdo há uma porta que dá acesso ao templo e é precedida por uma pequena escadaria.

O alçado norte tem sobrepujando o frontão, uma escultura - assente no acrotério (todas as esculturas que representam imagens de santos ou dignatários da Igreja e até figuras equestres, assentam em acrotérios) - de um santo, doutor ou dignatário da Igreja. E os remates do entablamento são feitos por esculturas em granito que representam imagens de santas (de difícil identificação).

O alçado direito tem uma pequena porta que permite o acesso ao pequeno templo.

 

 SILVA, José Carlos Ribeiro da - As Capelas Públicas de Lousada, U. Portucalense, 1997

 



publicado por José Carlos Silva às 12:08 | link do post | comentar

 

 

Ficha de Inventário

Capelas Públicas de Lousada

Edifício - Capelas - Arquitectura

 

Capela de Sr.ª Aparecida 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Identidade(Anterior/Actual)

Capela de Sr.ª Aparecida

 

Data construção

Séc. XVIII

Localização 

Aparecida - Lousada

 

Inserção  Ed. no Património

Sr.ª Aparecida - Torno

 

Classificação Oficial 

Capela pública

 

Proprietários

Igreja do Torno

 

Regime Jurídico

Público

           

Estado de Conservação

Excelente     

Bom    X 

Razoável

Mau

 

Protecção e Valorização

Existente

Recomendável   X

 

Análise Arquitectónica:

Capela de cantaria rebocada, com torre sineira, com o adro delimitado com balaustrada em granito e o chão calcetado em granito e o chão calcetado em granito e com um imponente escadório que dá acesso à porta principal do templo.

Na frontaria pode ver-se porta principal - ao centro - sobrepujada por uma edicula, com uma imagem em granito de N. Sr.ª Aparecida, tendo a coroa adossada à parte central do arco de volta perfeita (a coroa está fora da edicula).

A frontaria tem pilastras e o remate do entablamento é feito por pirâmides. O frontão com duas volutas, interrompido por cruz latina.

Torre sineira com 3 sinos, porta moldurada no primeiro andar e janela moldurada. No 2.º andar um relógio que tem a inscrição: M. H - Albergaria-A-Velha, 1946”.

Os arcos que contêm os sinos são de volta perfeita e os remates do entablamento são em forma cónica. O coruchéu é sobrepujado por uma cruz de cor verde.

No alçado esquerdo uma fresta moldurada (na torre sineira).

Na sacristia podem ver-se quatro frestas molduradas e envidraçadas.

A capela mor apresenta um janelão moldurado e envidraçado.

A meio da capela - o frontão (“empena”), é encimado por uma cruz latina e o remate do entablamento é em forma de pirâmide.

No alçado norte o remate do entablamento tem a forma de pináculos. No seu lado direito - na sacristia - pode ver-se a porta principal da mesma e também se vislumbra a torre sineira, mormente o seu sino mais pequeno. Vê-se, também, a meio da capela, no início da nave, o remate em pirâmide do entablamento.

Na nave - alçado direito - duas janelas molduradas e envidraçadas e uma porta moldurada.

A capela mor tem uma porta moldurada e uma janela envidraçada e moldurada.

Na última pilastra da capela mor, topo norte, há uma pequena placa em mármore, onde se pode ler “Gradeamento e Calcetamento. Obras do benemérito Ex. mo. Sr. João R. S. Magalhães”.

Sob o adro, do lado direito da capela, existe uma pequena ermida, construída nos anos 60 (deste século).

Frontaria porticada, com quatro colunas, e com remates do entablamento em forma de pirâmide. Ao centro, um frontão, tendo no timpano um pequeno frontão insculpido que contém um mais pequeno com duas volutas que nascem de um escudo sobrepujado por uma cruz, sendo esta ladeada pelas letras “S.A.” (Senhora Aparecida). Ao centro, um portal (de acesso à ermidinha), que tem no lintel esculpido “      .”. Ladeando portal há duas portas molduradas.

Entre os espaços livres do portal, portal e colunas adossadas, a frontaria da ermida é revestida de azulejo. 

SILVA, José Carlos Ribeiro da - As Capelas Públicas de Lousada, U. Portucalense, 1997



publicado por José Carlos Silva às 11:35 | link do post | comentar

mais sobre mim
Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
14
15
16

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

Despedidas

Eleição e abdicação

Cruzeiros de S. Miguel

Memória Paroquial de Vila...

Caminhada à descoberta do...

Lousada e os seus cruzeir...

Capela de S. Cristóvão (S...

Capela de N. Srª de Apare...

Capelas Públicas de Lousa...

Bibliografia

arquivos

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

tags

1791

1895

abdicação

alentém

auto de patrimonio

auto_de_património

caíde

camara

caminhada

caminho-_de_ferro

capela da casa de valmesio

capela de cam

capela de valmesio

capelas

capelas_públicas

capela_cam

capela_da_lama

capela_de_s. cristóvão

capela_de_stº andré

capela_srª_aparecida

capitão_mor

carta

casa

casa de real

casa-do_porto

casa_cáscere

casa_da_bouça

casa_da_lama

cazla_do_cáscere

comarca

consulta

contrato de obra

cristelos

cruzeiros

cruzeiros de covas

cruzeiros_de-casais

cruzeiros_de_cernadelo

cruzeiros_de_cristelos

cruzeiros_de_figueiras

cruzeiros_de_lodares

cruzeiros_de_stª_margarida

cruzeiro_de_pereiras

d. pinho brandão

deputado

despedidas

dia_internacional_monumentos_sítios

doação_para_património

doação_para_patrimonio

dote

eleição

escritura_legado

jose teixeira da mota

lindo

lodares

lousada

lúcia_rosa

meinedo

memória_paroquial

moinho

moinhos

nespereira

nevogilde

nogueira

nome

novelas

ordem

paroquial

patrimonio

património

património_rural-paisagístico

penafiel

plano_de_ seminário

ponte_nova

prazo

preservar

princípio_de_instituição

processo

quaresma

quintã

restauro

rota_do_românico

s. miguel

santa ana

secretario

sermões

soares_de_moura

sousela

tapada

vale_do_sousa

vilar-do_torno

vinculo

todas as tags

links

visitante
subscrever feeds