Quinta-feira, 22 de Outubro de 2009

      

               Acanto - Planta herbácea comum no Mediterrâneo, cujas folhas estilizadas formam o ornamento característico dos capitéis nas ordens coríntia e composta.

Acrotério - Pedestal para estátuas e outros ornamentos localizados no vértice ou nas extremidades do frontão de um edifício clássico. Termo também usado para referir-se ao próprio ornamento.

Adossado - Construção encostada a outra mais alta que lhe serve de apoio.

Agulha - Pirâmide estreita e aguda.

Almofadada - Superfície acabada composta de múltiplos painéis de madeira sustentados por trilhos, montantes ou molduras.

Alpendre - Construção à frente de uma fachada ou porta, pouco profunda e normalmente sustentada por colunas, pilares ou muros laterais.

Alinhamento - Colocação de elementos arquitectónicos segundo determinado eixo ou linha.

Altar - Construção em forma de mesa sobre a qual se celebra a missa, no culto católico.

 Alto-Relevo - Relevo esculpido no qual os pontos mais altos das formas moldadas se projectam a partir do fundo por, no mínimo, metade da profundidade.

Ameada - Parapeito com alternância regular entre partes sólidas (merlões) e aberturas (ameias), usado para defesa em fortificações.                     .

Ameia - Espaço aberto entre os elementos sólidos de um ameado, resultando num padrão denteado uniforme.

Andar - Espaço compreendido entre dois pisos de um edifício.

Andar Nobre - Piso mais importante do edifício.

Aparelho - Forma de distribuição dos tijolos ou pedras de uma parede.

Aparelho de Fiada Regular - Muro no qual as pedras quadradas de vários tamanhos são assentadas num padrão que cria uma fiada em cada três ou quatro pedras.                                         

Arcada - Uma ou duas linhas de arcos sustentados por pilares ou colunas, de forma independente ou como parte de uma edificação.

Arcada em Ogiva - Arcada formada por dois arcos que se cortam na parte superior, fazendo um ângulo agudo.

Arcada Tripla - Conjunto de três arcos e seus pés direitos.

Arco Abatido - Arco cuja altura é inferior a metade da largura.

Arco Crescente - Um tipo de arco em ferradura.

Arco de Volta Perfeita - Arco que consta de um semicírculo perfeito.

Armoriado - Que tem armas ou brasões desenhados ou esculpidos.

Arquitravado - Construção que usa vigas ou lintéis, seguindo o princípio das construções com postes e lintéis, em contraste com as edificações que usam arcos e abóbadas.

Arquitrave - Parte inferior do entablamento entre o friso e o capitel de uma coluna.

Avental - Peça de pedra, de composição variável, consoante as épocas, que serve de ornato sob o vão da janela.

Base - Corpo sobre o qual se coloca a coluna ou a estátua.

Batente - Elemento que remata uma moldura ou chanfro.

Besante - Peça heráldica diminuta, semelhante à arruela, mas metálica, no escudo de armas.

Bilobado - Dividido em dois lobos ou segmentos de círculos.

Baixo-Relevo - Relevo esculpido que se projecta muito discretamente em relação ao fundo.

Balaustrada - Parapeito corrido sustentado por uma fila de balaústres dispostos a espaços regulares, servindo de remate a um edifício, de anteparo a vãos (janelas, escadas, etc.).

Balaústre - Colunelo baixo ou pequeno pilar, geralmente mais grosso a meio do fuste, com molduras, usado em parapeitos de balcões, corrimãos de escadas, peitoris de janelas, etc..

Balcão - Sacada geralmente com balaústres, em janelas de pisos superiores das construções, à qual se tem acesso por uma janela rasgada por inteiro.

Bandeira - Envidraçado alto, ornamentado ou liso, colocado por cima de uma porta ou janela, utilizado particularmente para iluminar corredores interiores.

Barrote - Viga ou trave de madeira grossa para sustentar soalho, ripado ou tecto.

Brasão - Insígnia em forma de escudo medieval, em geral complementado por um elmo.

Beiral - Parte saliente de um telhado, para além do plano da parede.

Bica - Cano ou meia-cana por onde sai água.

Bola - Ornato em granito, que normalmente surge com a designação de esfera.

Borla - Ornato em granito.

Cachorrada - Conjunto de cachorros que sustenta uma cornija, uma beirada, uma sacada, etc..

Cachorro - Peça de granito encravada na parede e saliente em relação ao seu paramento, e que sustenta uma cornija, uma cimalha.

Chave - Aduela central que firma e equilibra um arco, servindo-lhe de remate.

Chanfrado - Recortado em forma de meia-lua.

Caixilho - Armação de uma janela que segura o vidro. Poderá ser deslizante, fixo, com dobradiças ou pivotante.

Caixotões - Painéis de madeira, pedra, bronze ou estuque, formados em tectos planos, abóbadas ou cúpulas.

Campanário - Torre ou muro vazado de arcadas que serve para suspender os sinos.

Cantaria - Blocos de pedra aparelhados, com fino acabamento, usados para decorar e reforçar partes de um edifício como cantos, esquinas, janelas e portas.

Capela - Pequeno templo, em geral de um só altar, isolado ou adossado a outras construções.

Capela Destacada - Capela separada do edifício principal.

Capitel - Parte superior, geralmente decorada, de uma coluna, pilar, pilastra ou pilarete que coroa o fuste. Pode sustentar uma arquitrave, uma arcada ou um bloco de uma imposta. Cada uma das ordens clássicas tem os seus distintos capitéis representativos.

Carranca - Ornato esculpido com a forma de rosto disforme ou grotesco.

Cartela - Cornija decorativa usada em geral em volta de emblemas. Um dos elementos característicos do Barroco e do Rococó.

Cimalha - Elemento construtivo que remata superiormente a fachada e os muros de um edifício, ocultando o telhado e impedindo o escorrimento de águas ao longo da parede.

Coluna - Corpo vertical de secção circular ou poligonal, composto em regra por base, fuste e capitel.

Coluna Embebida - Coluna embebida num muro ou pilar, numa secção menor que o seu diâmetro.

Coluna Fasciculada - Grupo de colunas reunidas em função do perfil circular. Ordem de colunas: dórica, jónica e coríntia.

Compartimento - Cada uma das divisões da casa.

Concha - Motivo ornamental em arquitectura, usado em Portugal desde o Românico ao Rococó, com diversas formas.

Conversadeiras - Bancos de pedra colocados em cada vão das janelas.                          

Corda - Moldura arquitectónica de secção circular ornada com estrias.

Cordão - Moldura cilíndrica, lisa ou acanelada, semelhante a um c. que  orna as arestas das cornijas, bandas, arquivoltas, parapeitos de muralhas. A sua função é meramente decorativa.

Cornija - Parte superior saliente do entablamento na arquitectura clássica e renascentista.

Corpo - Massa de uma edificação.

Corrimão - Peça de apoio, ao lado de uma escada e paralela à sua inclinação, em madeira, pedra ou metal.

Cunha - Peça prismática que serve para preencher um espaço vazio entre duas partes duma construção, apertando-as.

Cunhal - Ângulo saliente no encontro de duas paredes, geralmente definido por pilastras, colunas embebidas ou aparelho bem travado, que reforça este ponto frágil da edificação.

Cruz - Figura constituída por dois braços cruzados e que na iconografia cristã representa o instrumento em que Jesus Cristo foi supliciado.

Degrau - Elemento de uma escada composto de três partes: cobertor, espelho e focinho.

Dintel-Verga superior da porta ou da janela, que assenta sobre as ombreiras.

Edícula - Nicho vazado numa parede, simples ou com decoração arquitectónica, para conter uma imagem.

Edifício - Construção erigida com certa imponência e que apresenta  carácter artístico.

Eira - Terreno lajeado onde se desgranam e secam os cereais.

Elmo - Capacete que cobre a cabeça provido à frente de uma viseira que se podia levantar sobre a fronte.

Empena - Parte superior de uma parede, de formato triangular, junto da cobertura.

Entablamento - Conjunto de elementos horizontais assentes em colunas ou pilares.

Ermida - Capela ou igreja pequena situada em lugar afastado e despovoado.

Escada - Elemento arquitectónico que estabelece a ligação entre dois pisos, constituído por um ou vários lanços de degraus.

Escada de Dois Lanços - Escada com dois grupos de degraus ligados por um patim.

Escada em Caracol - Escada helicoidal sem patim.

Escadaria - Escada descoberta anteposta à fachada dos edifícios. No Renascimento e no Barroco, modelada de forma representativa. Com frequência realça a simetria de uma construção.

Escadaria de dois Sentidos com Patamar - Escada em meia-volta composta por dois lanços rectos contíguos, ligados por um patamar intermediário.

Escadaria de Lanços Opostos - Escada com patamar ao centro e dois lanços opostos.

Escadaria em Meia Volta - Escada que descreve uma volta de 180º ou é composta por dois lanços perpendiculares a um patamar intermediário.

Escala - Relação de dimensões entre o desenho e o objecto representado.

Escudete - Chapa que possui o orifício por onde entra a chave da fechadura.

Escudo - Motivo ornamental com forma de escudo.

Esculpido - Designação do objecto ou relevo obtido por talhe de um material mais ou menos duro (bloco de madeira, marfim, pedra, etc.).

Esfera - Ornato em forma de esfera.

Esmalte - Conjunto dos metais, cores e forros de um escudo.

Espiral - Ornato enrolado em e.

Esquartelado - Escudo dividido em quartéis.

Estatueta - Pequena escultura de vulto, de carácter decorativo.

Fachada - Face exterior de um edifício, em geral a da frente.

Fachada Principal - Aquela onde está a entrada e a que tem a decoração mais cuidada.

Faixa - Elemento horizontal ou vertical, plano e decorativo, parte contínua ou uma série de molduras que se projectam levemente do plano de uma parede, contornando uma edificação ou estando ao longo de uma parede, dividindo-a.

Ferro Forjado - Ferro trabalhado a quente, a martelo e/ou malho ou por compressão, na prensa.

 Ferro Fundido - Ferro obtido por fusão de minérios de ferro e/ou sucatas e vazado em moldes.

Fiada - Camada de unidades de alvenaria que correm horizontalmente numa parede ou sobre um arco, assentadas com argamassas. As juntas horizontais estendem-se por todo o comprimento e as juntas verticais são deslocadas, para que não formem uma linha contínua.

Filete - Pequena moldura saliente rectangular (de secção quadrada) que serve para acentuar fortes molduras de contornos convexos ou côncavos.

Fita - Ornato em forma de fita.

Fitomórfico - Designação aplicada ao ornato com forma vegetal.

Flor-de-lis - Adorno em forma de flor de lírio, estilizada, que constitui um símbolo da antiga realeza francesa.

Florão - Pequeno ornamento, às vezes em forma de folha, no alto de um pináculo que serve de coroamento.

Fogaréu - Ornato de remate em forma de urna com pedestal, de onde saem linhas onduladas que simulam fogo ou chamas.

Folha - Ornato em forma de folha.

Fonte - Edícula adossada ou isolada donde a água escorre.

Fortim - Forte de pequenas dimensões.

Franja - Prega, ondulação ou fímbria.

Fresta - Vão de janela de abertura muito pequena servindo normalmente para ventilação.

Friso - Parte do entablamento que separa a cornija da arquitrave.

Friso de Cornija - Barra horizontal, em granito, que faz a separação entre os andares das edificações.

Frontal - Painel que recobre o altar.

Frontão - Coroamento da fachada principal de um edifício, também utilizado como remate de portas, janelas, nichos, etc.

Frontão Curvo - Frontão cujos lados são substituídos por um arco de círculo.

Frontão Interrompido - Frontão triangular em que os lados não se unem no vértice.

Frontão Triangular - Em forma de triângulo, é o mais vulgar, acompanhando a inclinação das águas do telhado e podendo ser mais ou menos agudo.

Frontaria - Fachada principal de um edifício.

Gárgula - Goteira com a forma de figura grotesca, que se destaca de um telhado ou de uma parede.

Geminado - Designação aplicada a vários elementos arquitectónicos (casas, colunas, janelas, etc.) ou escultóricos, agrupados em par e com um elemento de união comum.

Grade - Conjunto de barras de ferro colocadas nas janelas e noutras aberturas das paredes para efeitos de segurança ou adorno.

Grade à Espanhola - Grade de ferro artisticamente trabalhado, em forma de cesto.

Gradeada - Que tem grade.

Grifo - Animal quimérico usado na escultura decorativa.

Inscrição - Conjunto de caracteres gravados ou pintados num monumento.

Isodomum - Aparelho em que todas as pedras foram cortadas em esquadria e com a mesma altura, formando fiadas regulares e iguais entre si.

Janela - Abertura com peitoril vazada numa parede de edifício, para iluminação e ventilação.

Janela aos Quadradinhos - O mesmo que janelas de peitoril.

Janelão - Janela de grandes dimensões.

Janela de Batentes - É uma janela com dobradiças laterais que se abre para dentro ou para fora.

Janela de Correr - Aquela em que os caixilhos, em vez de girarem em torno de gonzos, correm horizontalmente ao longo de trilhos.

Janela Dupla e Fixa - Janela que apresenta dois batentes de cada lado e cujas folhas não se abrem.

Janela de Empena - Janela situada abaixo de uma empena.

Janela Geminada - A que é dividida em duas partes por uma coluna (bífore), ou em três partes por duas pequenas colunas (trífore). Reunidas em geral sob dois arcos cegos.

Janela de Peitoril - É uma janela envidraçada, com caixilhos de madeira que deslizam na vertical nas ranhuras do arco.

Janela Pivotante - Janela com um caixilho que gira 90º ou 180º em torno de um eixo vertical ou horizontal no seu centro, ou próximo deste.

Janela de Sacada - Janela de duas folhas, até ao nível do chão, de modo a abrirem como um par de portas e provida de uma varanda exterior.

Janelo - Pequena janela ou postigo.

Junta - Espaço entre pedras ou tijolos contíguos na mesma fila e que será preenchida com uma argamassa de cal e/ou cimento.

Lambril - Revestimento de madeira ou azulejo aplicado à parte inferior de uma parede.

Lintel - Viga horizontal que forma o elemento estrutural superior de uma abertura para porta ou janela e que sustenta a parte da estrutura sobre ela.

Lis - Ornato composto na base de uma flor de lírio com três folhas: a do meio levantado e as laterais vistas de perfil e caídas para fora.

Lucarna - Abertura num tecto para iluminação do sótão.

Luzerna - O mesmo que lucarna.

Meia-Coluna - Coluna que sobressai de um elemento portante ( pilar ou muro) por um quarto, pela metade, por três quartos e termina nas nervuras da abóbada, deixando cair aí o seu peso.

Merlão - Parte saliente do parapeito entre duas seteiras de fortalezas ou casas fortificadas.

Mirante - Pequena construção sobre um edifício para fruição de vistas.

Mísula - Peça saliente, em geral de pedra ou de tijolo, que suporta uma trave e muitas vezes é ornamentada.

Moldura - Parte saliente feita para ornamentação das obras de arquitectura.

Monograma - Emblema ou sigla, constituída por letras entrelaçadas.

Mosqueta - Ornato em forma de rosácea.

Motivo - Ornamento distinto ou repetido de uma pintura, escultura ou azulejo, que serve de elemento decorativo.

Obelisco - Pilar alto, monolítico, em forma de paralelepípedo, estreitando-se no alto e terminando em pirâmide.

Óculo - Abertura circular, oval ou moldurada, aberta numa parede de um edifício para iluminação do interior.

Ogiva - Arco que tem esta figura.

Ombreira - Elemento lateral que sustenta a verga de uma porta ou janela.

Oratório - Compartimento destinado à oração em casa particular.

Ornato - Elemento decorativo usado para valorizar esteticamente uma obra de arquitectura.

Oval - Abertura ou ornato com o feitio de ovo.

Padieira - O mesmo que lintel.

Painel - Superfície plana rebaixada ou alteada em relação à área envolvente. Pode ser delimitada por uma moldura.

Pano - Superfície de uma parede ou de um muro entre duas arestas.

Parapeito - Parte reentrante da parede numa janela.

Pátio - Espaço aberto frente a um edifício (pátio de honra) ou no interior do edifício. Este é lajeado, geralmente rodeado de arcadas, servindo de passeio.

Pátio Interno - Área ao ar livre limitada por edificações.

Patim - Pequeno patamar.

Pedestal - Suporte por baixo de uma coluna, de uma estátua, de uma urna ou de outro elemento decorativo.

Pedra de Armas - O mesmo que brasão de armas.

Pia Baptismal - Recipiente em pedra, apoiado numa coluna ou pilar, decorado ou não.

Pilar - Suporte vertical de secção poligonal ou quadrangular. Pode estruturar-se como uma coluna com base, fuste, capitel e/ou imposta. Além disso, pode estar isolado ou sobressair da parede.

Pilastra - Coluna rectangular que sobressai ligeiramente de uma parede e que nas ordens clássicas segue as proporções e linhas correspondentes.

Pináculo - Coroamento piramidal ou cónico de um contraforte, arcobotante ou muro.

Pinázio - Peça de madeira, pedra ou ferro, disposta em cruz, que divide o vão da janela em quatro lumes.

Pinha - Ornato arquitectónico que imita o fruto do pinheiro.

 

 

Pirâmide - Qualquer estrutura com uma base quadrada e cujas faces se inclinam, regularmente, encontrando-se num ápice.

Planta - Desenho arquitectónico que representa um edifício, ou parte dele, em secção horizontal.

Plinto - Bloco, geralmente quadrado, que corresponde ao extremo inferior da base de uma coluna.

Porta - Vão de forma rectangular destinado a passagem.

Porta de Cocheira - Portão mais largo de uma edificação, para dar passagem a carros.

Portada - Grande porta geralmente decorada.

Portal - Entrada, portão ou porta imponente, geralmente ornamentada.

Portão - Porta simples, mas de grandes dimensões.

Postigo - Pequena porta ou janela aberta noutra de maiores dimensões. Fresta.

Quaderna - Ornato em forma de dado em que a face exibe quatro pintas.

Quadrifólio - Vão formado por quatro lóbulos, geralmente inscritos numa moldura circular.

Rebocado - Camada de argamassa de que está revestido um muro ou parede.

Relevo - Saliência real ou aparente de uma figura ou ornamento sobre um fundo plano.

Remate - Ornamento que coroa uma construção arquitectónica.

Rés-do-Chão - Piso de um edifício que se encontra ao nível do solo ou mais próximo deste.

Restauro - Conjunto de trabalhos que se realizam num edifício destruído ou em ruínas.

Retábulo - Construção de pedra ou madeira, com lavores, na parte posterior do altar, que contém um quadro ou outra reprodução de tema religioso.

Ritmo - Qualquer tipo de movimento caracterizado pela aparição regular de elementos, linhas e formas.

Rodapé - Friso, faixa ou moldura saliente, na parte inferior das paredes de uma habitação.

 

 

Roquete - Triângulo do escudo.

Sacada - Registo superior projectado do edifício, suportado por cachorros ou por traves.

Silharia - Construção com silhares.

Simetria - Harmonia resultante de certas combinações e proporções regulares.

Sineta - Sino pequeno.

Sobreporta - Espaço sobre a verga de uma porta nas salas de pé-direito. Nas construções barrocas, rococós e neoclássicas é muitas vezes decorada com pinturas.

Sobrepuja - Excede em altura.

Soco - Parte inferior de uma parede.

Solar - Grande casa nobre.

Taça - Bacia de fonte em forma de largo recipiente circular pouco profundo, geralmente pousada sobre uma peanha.

Telhado - Parte superior e exterior do edifício coberta de telhas.

Terraço - Pavimento descoberto sobre um edifício ou ao nível de um andar.

Terreiro - Espaço de terra, plano e largo.

Timbre - Insígnia apensa a um escudo de armas, grau de nobreza ou dignidade do seu proprietário.

Tímpano - Espaço triangular que fica entre as duas cornijas inclinadas de um frontão e a horizontal da sua base.

Tipologia - Estudo dos objectos materiais segundo a sua forma.

Torça - Parte superior do lancil correspondente ao lintel.

Torre - Construção alta, muito mais elevada que larga, de base circular, poligonal ou quadrada, que originalmente servia de defesa.

Torreão - Corpo de edifício mais alto que largo, levantado no ângulo de um edifício.

Trifólio - Ornato com a forma ou contorno da folha de trevo.

Tronco - Fuste ou fragmento do fuste de uma coluna.

Tulha - Edifício onde são armazenados os cereais.

Umbral - Parte inferior da porta.

Urna - Vaso colocado em remates de balaustradas e coroamentos de monumentos funerários, etc.

Varanda - Pavimento ressaltante do corpo do edifício, sustentado por coluna, mísulas, padieira de uma porta de ressalto, etc., resguardado por grades ou balaustrada e com serventia pelo interior do edifício.

Vaso - Peça decorativa em forma de vaso ou urna que pode aparecer no coroamento dos edifícios.

Verga - Parte superior de um vão de janela ou porta.

Virol - Signo exterior do escudo de armas, representando o rolete de couro no alto do capacete, pelo cavaleiro.

Viseira - Parte da armadura que cobria a cara.

Vitral - Vidraça de cores ou com pinturas sobre vidro.

Voluta - Ornato ou moldura em forma de rolo de papel. 

SILVA, José Carlos - in tese de Mestrado «A Casa Nobre no Concelho de Lousada», 2007



publicado por José Carlos Silva às 19:55 | link do post | comentar

mais sobre mim
Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
14
15
16

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

Despedidas

Eleição e abdicação

Cruzeiros de S. Miguel

Memória Paroquial de Vila...

Caminhada à descoberta do...

Lousada e os seus cruzeir...

Capela de S. Cristóvão (S...

Capela de N. Srª de Apare...

Capelas Públicas de Lousa...

Bibliografia

arquivos

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

tags

1791

1895

abdicação

alentém

auto de patrimonio

auto_de_património

caíde

camara

caminhada

caminho-_de_ferro

capela da casa de valmesio

capela de cam

capela de valmesio

capelas

capelas_públicas

capela_cam

capela_da_lama

capela_de_s. cristóvão

capela_de_stº andré

capela_srª_aparecida

capitão_mor

carta

casa

casa de real

casa-do_porto

casa_cáscere

casa_da_bouça

casa_da_lama

cazla_do_cáscere

comarca

consulta

contrato de obra

cristelos

cruzeiros

cruzeiros de covas

cruzeiros_de-casais

cruzeiros_de_cernadelo

cruzeiros_de_cristelos

cruzeiros_de_figueiras

cruzeiros_de_lodares

cruzeiros_de_stª_margarida

cruzeiro_de_pereiras

d. pinho brandão

deputado

despedidas

dia_internacional_monumentos_sítios

doação_para_património

doação_para_patrimonio

dote

eleição

escritura_legado

jose teixeira da mota

lindo

lodares

lousada

lúcia_rosa

meinedo

memória_paroquial

moinho

moinhos

nespereira

nevogilde

nogueira

nome

novelas

ordem

paroquial

patrimonio

património

património_rural-paisagístico

penafiel

plano_de_ seminário

ponte_nova

prazo

preservar

princípio_de_instituição

processo

quaresma

quintã

restauro

rota_do_românico

s. miguel

santa ana

secretario

sermões

soares_de_moura

sousela

tapada

vale_do_sousa

vilar-do_torno

vinculo

todas as tags

links

visitante
subscrever feeds