Domingo, 20 de Dezembro de 2009

A uns 500 metros da igreja matriz, de origem românica, encontra-se a capela de N. Sr.ª da Lapa.

         Num alto, quase naquilo que seria um precipício outrora, tendo como base um penedo, rodeada de um espaço encimentado e que outrora não eram mais que penedias, está a pequenina, a minúscula , capelinha de N. Sr.ª da Lapa; que em dia de festa, ali se celebra uma missa campal em sua honra.

         Está situada junto de um antigo caminho, num alto, que em tempos serviria de consolo para todos os caminheiros que calcorream os tenebrosos caminhos dos séculos passados.

         Mais parece uma ermida de “peregrinação”, que aparece muito nas solitárias serranias do norte de Portugal.

         Era também consolo e protecção para todos os viandantes.

         É única - com este tipo de tipologia - no concelho de Lousada.

 

Algumas Considerações Artísticas.

        

         É uma capela de estilo e tipologia únicos no concelho de Lousada. Foi restaurada várias vezes. É uma capela de “peregrinação” (?) ou uma daquelas capelas que fazem parte das vias crusis (?) existentes nos Santuários. É também uma capela erigida no alto de um monte e que serviria para sossegar os espíritos dos caminheiros.

         Não está datada, o único dado a que tivemos acesso, foi a de que “A pequenina capela de Nossa Senhora da Lapa beneficiou de obras há poucos anos, tendo sido encimentadas as partes laterais em degraus devido aos penedos.”[1]

         Às datas de construção ou de restauros anteriores não tive acesso.

         É uma construção em granito; equilibrada, mas muito simples.

         O alçado principal - a parte mais importante - é rasgado, na sua parte central, da base ao entablamento, por um portal em ferro (parte inferior em chapa e superior dividida por pequenos rectângulos envidraçados, sendo a parte superior em forma quadrangular com barras verticais e uma horizontal - ao meio - que formam rectângulos).

         Sobrepujando o portal, e mesmo o restante entablamento, uma almofada a todo o comprimento da fachada principal.

         A cobertura da capela é feita em pirâmide cortada no topo (sem bico, mas sim plano), em cantaria, tendo na sua parte final uma pequena cruz em granito.

         Os restantes nada têm de especial a referenciar, a não serem dois pequeninos óculos.

         A capela é de cantaria de junta tomada e fitada a branco.

         Pode-se situá-la no séc. XVIII ou princípios do séc. XIX (?). Contém elementos do actual séc. XX.

         O seu interior mais se assemelha com um nicho. A imagem de N. Sr.ª da Lapa está colocada num “parapeito” em cimento, num altar improvisado, sem qualquer retábulo, mas tendo pura e só as suas paredes pintadas (caiadas) em branco.

         É uma linda capela, de tipologia única no concelho, situado junto a uma estrada e que dá a paz de espírito e a “segurança” a quem por lá passa.



[1] Jornal de Lousada, 22 de Fevereiro de 1991, p. 9.

 

SILVA, José Carlos - As Capelas Públicas de Lousada, U. Portucalense, 2007



publicado por José Carlos Silva às 20:58 | link do post | comentar

1 comentário:
De José Moreira a 14 de Janeiro de 2017 às 16:47
Foi uma pena terem alterado a Igreja, quando passo por lá não me revejo na sua traça actual, bem como a capela da Senhora da lapa, também alterada, tanto na sua traça como na sua posição cardeal. Tambem dei falta de uma capela muito antiga e que foi destruída no lugar de Barria. Era uma capela quase da altura do prédio e que tinha um retábulo pintado em madeira.
Ainda bem que não destruíram o Cruzeiro.


Comentar post

mais sobre mim
Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
14
15
16

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

Despedidas

Eleição e abdicação

Cruzeiros de S. Miguel

Memória Paroquial de Vila...

Caminhada à descoberta do...

Lousada e os seus cruzeir...

Capela de S. Cristóvão (S...

Capela de N. Srª de Apare...

Capelas Públicas de Lousa...

Bibliografia

arquivos

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

tags

1791

1895

abdicação

alentém

auto de patrimonio

auto_de_património

caíde

camara

caminhada

caminho-_de_ferro

capela da casa de valmesio

capela de cam

capela de valmesio

capelas

capelas_públicas

capela_cam

capela_da_lama

capela_de_s. cristóvão

capela_de_stº andré

capela_srª_aparecida

capitão_mor

carta

casa

casa de real

casa-do_porto

casa_cáscere

casa_da_bouça

casa_da_lama

cazla_do_cáscere

comarca

consulta

contrato de obra

cristelos

cruzeiros

cruzeiros de covas

cruzeiros_de-casais

cruzeiros_de_cernadelo

cruzeiros_de_cristelos

cruzeiros_de_figueiras

cruzeiros_de_lodares

cruzeiros_de_stª_margarida

cruzeiro_de_pereiras

d. pinho brandão

deputado

despedidas

dia_internacional_monumentos_sítios

doação_para_património

doação_para_patrimonio

dote

eleição

escritura_legado

jose teixeira da mota

lindo

lodares

lousada

lúcia_rosa

meinedo

memória_paroquial

moinho

moinhos

nespereira

nevogilde

nogueira

nome

novelas

ordem

paroquial

patrimonio

património

património_rural-paisagístico

penafiel

plano_de_ seminário

ponte_nova

prazo

preservar

princípio_de_instituição

processo

quaresma

quintã

restauro

rota_do_românico

s. miguel

santa ana

secretario

sermões

soares_de_moura

sousela

tapada

vale_do_sousa

vilar-do_torno

vinculo

todas as tags

links
subscrever feeds